Violão Erudito


Violão Erudito ou Clássico designa uma forma de executar o violão, empregando-se harmonia e melodia de maneira clara e objetiva, dando especial atenção à técnica instrumental, como também a teoria e leitura musical, para que o aluno possa executar com clareza, eficiência, transparência e exatidão as obras de grandes compositores clássicos e contemporâneos como Andrés Segóvia, Francisco Tárrega, Matteo Carcassi, Ferdinando Carulli, Heitor Villa Lobos, Turíbio Santos, Paulinho Nogueira, o professor piracicabano Sérgio Belluco, entre outros. O repertório musical é imenso, entre os estilos mais executados estão valsas, choros, minuetos, tangos, bourrèe, bachianas, sonatas, como também temas de filmes, mas é importante frisar que pode se fazer arranjo de qualquer música que se conheça para uma peça de violão clássico. Violões usados para tocar músicas eruditas são totalmente acústicos. Nele são usadas somente cordas de nylon e não é tocado com palheta.
O objetivo deste curso é oferecer ao aluno uma visão clara e progressiva do aprendizado das técnicas desenvolvidas, aprimoradas e documentadas por músicos, concertistas e professores que construiram um caminho para o estudo do violão erudito sem impedir que a criatividade individual de cada músico seja acrescentada à técnica e ao conhecimento adquiridos.